NOTA DE REPÚDIO À TV TAMBAÚ

out 23, 2016

A Associação dos Agentes Penitenciários da Paraíba – AGEPEN-PB, vem a público demonstrar repúdio e indignação ao veículo de comunicação TV Tambaú, por permitir que seus profissionais comunicadores extrapolem a sua competência precípua, que é a de informar, e se concentrem em fazer pré julgamentos totalmente desinformados, desrespeitosos e caluniosos.
Estamos aqui nos referindo ao fato ocorrido no Programa Casos de Polícia, do dia 22.10.2016, quando o comunicador Rubens Júnior (ouvir o aúdio), demonstrando total ignorância do que preceitua a Lei 10.826, Lei do Desarmamento, que assegura aos agentes penitenciários o direito de portar arma de fogo fora do serviço, teceu comentários errôneos, caluniosos e infelizes sobre a conduta do agente penitenciário Francisco Josemar, profissional honrado, dedicado e de conduta ilibada que teve sua vida tragicamente ceifada quando estava em seu momento de lazer.
Comentários estes que ofenderam não só a honra do companheiro morto, mas a dos homens e mulheres de bem que compõe esta categoria e arriscam suas vidas para garantir que cidadãos, como o comunicador, possam viver tranquilamente e no gozo de seus direitos.
Ora, uma empresa cujo objetivo é transmitir informação de forma séria, deveria policiar e exigir dos seus profissionais um conhecimento prévio daquilo que é falado.
Exigimos da TV Tambaú uma retratação pública, pois não somos foras da lei e temos direito a portar arma onde quer que estejamos, seja no trabalho ou lazer.
Nossa profissão é a segunda mais perigosa do mundo, lidamos com aqueles que a sociedade rejeitou e temos o direito de andar armados para garantir a segurança do nosso maior bem: nossa vida.

 

AGEPEN-PB

 

Compartilhe nas redes sociais